fbpx

Os 7 Riscos mais comuns na implementação de um ERP

implementação ERP 

As soluções Enterprise Resource Planning conjugam dados, tecnologia e operações de negócios. Reduzir os riscos associados à implementação de um ERP é fundamental, não só no momento em que o sistema é instalado, mas também na fase posterior.

Implementar este tipo de software é uma tarefa complexa. Se as possíveis falhas forem ignoradas, existe uma forte probabilidade de a implementação falhar. Assim, identificar os problemas que poderão surgir e abordá-los atempadamente ajudará a mitigá-los antes que se tornem um ponto de falha. Isto porque, na maioria das empresas ou projetos, esses riscos podem ser geridos ​​se forem conhecidos com antecedência.

Desde há algumas décadas, as empresas utilizam sistemas ERP para dar resposta a todos os seus requisitos. Quase todos estes softwares vêm com algum risco conhecido de implementação. A questão principal é que, dadas as funcionalidades pré-existentes, as organizações necessitam de tomar decisões estratégicas e significativas. Há duas hipóteses: ou alteram os processos para se adequar ao sistema ou alteram o sistema para se adequar aos processos.

 

Conheça os 7 principais riscos associados à implementação de um ERP

 

1. Falhas no desenho da solução

 

Aquando da implementação de um ERP, existe uma forte tendência para adaptar o novo software ao processo atual. Na verdade, a coisa certa a fazer é redesenhar os processos atuais para que a empresa se adeque à compra de um novo sistema ERP.

A realidade é que nem sempre a opção é fácil. É muito difícil, na maioria dos negócios, alterar processos antigos ou existentes e personalizar o sistema ERP para adequá-lo aos processos atuais. O investimento torna-se dispendioso e demorado. Este é, talvez, o maior risco na implementação de um ERP.

 

2. Falhas no acompanhamento da implementação por parte do cliente

 

O apoio da administração é crucial para a concretização dos objetivos dos projetos. É fácil para os gestores tornarem-se parte integrante no projeto de implementação do ERP. Mas é muito difícil disponibilizar o tempo destes recursos para testes-piloto ou para auxilio na formação de outros utilizadores da solução.

As pessoas que necessitam de ser designadas key users são as mesmas pessoas-chave que administram o negócio. Razões como falta de tempo para se dedicarem a tarefas inerentes à implementação do ERP podem contribuir decisivamente para um projeto de instalação falhado. Posto isto, a entrega do cliente ao projeto é um dos riscos a considerar.

 

3. Formação insuficiente

 

Um dos riscos mais comuns na implementação de um ERP está relacionado com o investimento em formação e requalificação dos utilizadores. O projeto de implementação do ERP vem normalmente com prazos que precisam de ser cumpridos. Como resultado, dificilmente há tempo suficiente para formar a maioria das pessoas e dar-lhes as habilitações necessárias, de forma a atingirem um estado de desempenho satisfatório.

 

4. Falta de capacidade para recrutar e reter recursos qualificados

 

Este risco reside do lado da empresa que está a implementar o ERP. Muitas organizações debatem-se atualmente com a dificuldade em recrutar e reter consultores especializados em soluções ERP. Tal acontece principalmente pelo facto de a procura de recursos qualificados no mercado ser bem superior à oferta.

Os implementadores dos maiores fornecedores de ERP, como a Microsoft, são escassos. Como tal, a possibilidade de não encontrar colaboradores especializados para implementar o projeto representa um risco significativo.

 

5. Resistência à mudança

 

Num cenário perfeito, todos os funcionários aceitam que a implementação de um sistema ERP é uma mais-valia. Mas pode não ser o caso, quando falamos com um funcionário que utiliza o mesmo sistema há mais de 10 anos. Provavelmente, já se habituou de tal forma que, se alterarmos os seus hábitos, a realização das tarefas diárias será colocada em causa.

Os recursos que melhor conhecem os negócios e que são muito bons na execução das suas tarefas podem ser o maior obstáculo à implementação de novos sistemas. Às vezes, apresentam todas as razões possíveis para o software não funcionar, pois conhecem os negócios de dentro para fora. Assim, a imposição de um ERP pode implicar um risco.

 

6. Falta de conhecimento e tecnologia inadequada

 

A falta de conhecimento técnico e de infraestruturas tecnológicas adequadas para suportar os requisitos do projeto representa também um risco na implementação do ERP. Estes pressupostos incluem inovação tecnológica (necessidade de novo hardware e software), número de utilizadores e complexidade da solução para atender às especificações.

 

7. Prazos de implementação ultrapassados

 

A implementação de um ERP pode durar meses. Em algumas situações, devido à falta de um sistema de medição para avaliar e controlar o risco do projeto, os prazos estipulados são ultrapassados. A extensão do custo e a superação do tempo dependem do tamanho do projeto, da experiência com a nova tecnologia e da estrutura da empresa.

  
 

Subscrever o Blogue

captcha

A blink-iT Solutions está comprometida com o cumprimento do RGPD. Para podermos tratar os seus dados pessoais necessitamos do seu consentimento e para tal, necessita de conhecer e aceitar a nossa Política de Privacidade.

Aceito a Política de Privacidade
Dou consentimento ao tratamento de dados

Prometemos não utilizar as suas informações de contacto para enviar qualquer tipo de SPAM.

 
Artigo anterior e próximo

Adicionar Comentário