fbpx

ERP: 5 Vantagens deste Software na Monitorização de Tarefas!

ERP - Vantagens na Monitorização de Tarefas

O ERP tem, hoje em dia, uma série de vantagens para as empresas. Entre estas inclui-se a capacidade de rastrear melhor os recursos e de reduzir o nível de complexidade dos projetos.

Embora os sistemas de planeamento de recursos empresariais possam controlar alguns procedimentos, a utilização do ERP para a monitorização de tarefas simplifica processos dentro da organização.

A implementação de uma solução deste tipo tem inúmeros benefícios. As empresas de maior dimensão são as mais beneficiadas, devido à possibilidade de o software delegar tarefas em vários membros dos departamentos. Além disso, o sistema pode ser utilizado por um grande número de funcionários.

O ERP notifica os colaboradores sempre que lhes são atribuídas tarefas ou quando as mesmas sofrem alterações. Dessa forma, cada funcionário consegue manter-se atualizado sobre o que necessita de executar. Tal ajuda a manter o trabalho sob controlo e evita que se percam informações relevantes.

O utilizador pode, ademais, receber uma informação detalhada relacionada com a tarefa a si atribuída. Por exemplo, se executa funções de manutenção no exterior, é capaz de verificar quais os equipamentos, peças e veículos necessários para a sua concretização.

Determinados projetos e tarefas exigem, por vezes, ação repetitiva. Também neste âmbito o sistema ERP é útil, pois permite que serviços recorrentes sejam criados e geridos de maneira eficaz. Assim, economiza-se tempo.

 

5 Vantagens da utilização de um ERP na monitorização de tarefas

 

1. Utilização de uma solução escalável

 

Os sistemas ERP fornecem escalabilidade simplificada. Esta é especialmente útil quando uma empresa deseja implementar uma nova iniciativa ou ajustar o seu plano de negócios.

O facto de o software ERP ser uma solução escalável permite que as tarefas que lhe estão associadas possam começar a acontecer imediatamente. Isto porque traz de base um conjunto vasto de painéis e alertas que são despoletados sem a intervenção dos utilizadores. Os mesmos são extremamente úteis para que cada recurso da organização consiga controlar todas as tarefas de forma fácil.

Pense, por exemplo, no utilizador que trata das cobranças a clientes numa empresa. Imagine que, assim que entra na aplicação, se depara com um snapshot da lista de cobranças a efetuar nesse dia. Com um ERP, a organização está preparada para escalar o sistema para cima ou para baixo (como achar melhor). Os monitores de tarefas disponíveis fornecem o ponto de verificação necessário para o sucesso da organização na conclusão das mesmas.

 

2. Disponibilização de relatórios consistentes

 

A utilização de um ERP é especialmente importante na monitorização de tarefas de grande escala. O facto de disponibilizar relatórios consistentes permite que quem está a supervisionar controle os resultados de cada departamento.

Os relatórios disponíveis no ERP possibilitam aos gestores da empresa o acesso a indicadores de desempenho (KPI’s). Estes, por conseguinte, auxiliam na otimização de processos, aumentando a produtividade.

Através dos relatórios, é facilmente identificada a real situação de cada um dos processos. Além disso, é possível comparar o objetivo com a realidade, de forma ágil e segura.

 

3. Melhoria de visibilidade de todas as tarefas agendadas

 

O ERP fornece uma visão abrangente de todos os projetos que a empresa tem em aberto. Dessa forma, o gestor pode verificar facilmente quais os recursos que estão a ser consumidos pelas diferentes tarefas que a empresa está a executar.

A utilização de um sistema de Enterprise Resource Planning permite, ademais, verificar o progresso entre o tempo estimado e o tempo real para a execução de cada uma das tarefas. Tal é conseguido através de um ambiente gráfico e user-friendly.

 

4. Aumento de produtividade

 

Normalmente, os recursos da empresa levam algum tempo a adaptar-se aos monitores de tarefas disponíveis no ERP. No entanto, estudos comprovam que, quando estas estão organizadas, é possível monitorizá-las de forma fácil e rápida dentro do software.

Garante-se, dessa forma, que cada um dos recursos se concentra nos aspetos importantes do negócio, em vez de se focar em tarefas manuais. Assim, reduz-se o tempo gasto a organizar informação e a agendar tarefas fora da solução ERP.

Na ausência de um funcionário que execute determinadas funções, o recurso que o vai substituir sabe facilmente aquilo a que tem de dar continuidade. A informação está ao dispor de forma clara e compreensível.

 

5. Redução de custos através de um melhor acompanhamento

 

Geralmente, utilizar um sistema ERP na monitorização de tarefas permite aos gestores das empresas ter um maior controlo sobre os projetos executados pelos seus funcionários. Os mesmos conseguem ainda perceber que recursos os colaboradores consomem ao desempenhar as suas funções.

O Enterprise Resource Planning ajuda os gestores a rastrear onde é que o tempo e os materiais são gastos. Assim, evita-se o desperdício de recursos, eliminam-se atrasos e reduz-se o custo das operações.

 

Utilizar um software ERP na monitorização de tarefas traduz-se, portanto, em múltiplos benefícios para o seu negócio. Conte connosco para o ajudar a encontrar a solução que vai de encontro às necessidades da sua empresa. Contacte-nos!

 

SABER MAIS

 
Artigo anterior e próximo

Adicionar Comentário