fbpx

Como medir o sucesso da implementação do ERP da Microsoft? 

ERP da Microsoft

 

Compreender o que uma solução como o ERP da Microsoft pode fazer pela sua empresa é o primeiro passo para o sucesso da implementação. É importante estabelecer os objetivos do projeto e manter os participantes focados na concretização dessa missão. Com metas de negócio bem definidas é possível tomar as melhores decisões tecnológicas.

 

Para que serve o ERP da Microsoft?

De forma resumida, o ERP da Microsoft – Dynamics 365 Business Central – ajuda as empresas a gerirem as operações diárias e a agilizarem os processos de negócio de forma eficiente e com menos custos.

Integrar este tipo de solução é um investimento significativo, por isso é tão importante avaliar o desempenho e medir continuamente o sucesso do projeto de implementação. Estabelecer métricas, antes de avançar, identificar lacunas, áreas de melhoria e definir metas e objetivos de valor comercial, ajudam a caminhar em direção ao sucesso da operação.

Sugestão de leitura – A importância da consultoria na implementação de um ERP

 

Boas práticas para medir o sucesso do ERP Microsoft Dynamics 365 Business Central

 

1. Estipular metas e objetivos

É indispensável esclarecer quais as coordenadas específicas para evitar falhas na implementação do ERP da Microsoft. As metas devem estar alinhadas com os objetivos do negócio, devem ser mensuráveis e alcançáveis.

 

2. Identificar indicadores de desempenho

A identificação de KPIs deve ser específica, mensurável e relevante para as metas e objetivos do projeto de implementação. Existem KPIs que são fundamentais e que é necessário serem bem definidos. Falamos de áreas tão amplas e distintas como finanças e contabilidade, comercial, expedição, armazém e gestão de stocks, atendimento ao cliente, produção, entre outras. Com a rigorosa definição de KPIs é possível determinar se o projeto de implementação do ERP está a alcançar os resultados desejados.

 

3. Recolher dados

A recolha de dados também ajuda a identificar as áreas que necessitam de maior atenção ou modificações no plano de implementação do ERP. Os dados permitem avaliar o seu sucesso e identificar setores que carecem de melhorias adicionais.

 

4. Analisar métricas

Depois da recolha de dados, é essencial analisar e transmitir o resultado da análise. A análise de dados pode identificar tendências, padrões e valores discrepantes. Isto torna mais fácil determinar se o projeto de implementação está no caminho certo e se é possível atingir as metas e objetivos traçados inicialmente.

 

5. Manter melhoria contínua

Após a conclusão da implementação do Microsoft Dynamics 365 Business Central, é importante monitorizar o desempenho do sistema. Os KPIs e a análise de dados podem ajudar a identificar áreas para melhoria ao longo do tempo. Algumas opções para documentar as métricas na implementação do ERP da Microsoft devem incluir uma ferramenta de gestão de projetos. Independentemente da ferramenta utilizada, certifique-se que a documentação está bem organizada, é de fácil de leitura e está acessível a todas as partes interessadas.

 

Quando falamos da implementação de um ERP é elementar lembrar que não se pode gerir o que não se consegue medir. Medir o sucesso da implementação do ERP da Microsoft é fundamental para garantir que o projeto atende às metas e objetivos da sua organização.

Não deixe que nenhuma fase importante deste processo escape ao seu controlo. Fale connosco e tenha uma equipa especializada a gerir todo este processo.

 

Artigo anterior e próximo

Adicionar Comentário