fbpx

Vale Indústria 4.0: o que é e quem pode prestar serviços?

vale indústria 4.0  

Vale Indústria 4.0 é uma das várias medidas de apoio às empresas portuguesas, criadas na sequência do programa de incentivos Portugal 2020. Este acordo advém de uma parceria estabelecida, a 30 de julho de 2014, entre o Governo Português e a União Europeia.

Neste programa há a intervenção de cinco fundos europeus:

  • O FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional),
  • O FSE (Fundo Social Europeu),
  • O Fundo de Coesão, o FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural), e
  • O FEAMP (Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas).

A parceria estabelece as várias políticas de promoção social, económica, territorial e tecnológica em Portugal até 2020.

 

O que é o Vale Indústria 4.0?

 

O Vale Indústria 4.0 tem como objetivo incentivar o desenvolvimento tecnológico das pequenas e médias empresas portuguesas (PME). O que se pretende é uma espécie de ‘revolução’ digital.

No total, são 11 milhões de euros que serão divididos em Vales Indústria” no valor de €7500 cada. Deste modo, 1500 empresas serão apoiadas. Com estes “vales”, as PME’s poderão contratar pessoal especializado e/ou prestadores de serviços. São estes que irão ajudar a criar uma estratégia digital de acordo com as necessidades tecnológicas de cada negócio. Esses prestadores de serviços têm que se inscrever e passar por um processo de análise. Só assim receberão a acreditação para Prestação de Serviços no âmbito dos projetos “Vale Indústria 4.0”.

 

O processo de acreditação para prestação de serviços

 

Para poderem prestar serviços às PME, no âmbito dos Vales Industria 4.0, as entidades interessadas tiveram que se candidatar no Balcão 2020 e passaram por um processo de acreditação. O que se pretendia aqui era promover a transparência e a qualidade dos serviços prestados. Além de apoiar as PME’s com os vales, o programa de incentivos garante que estas contratam prestadores com serviços qualificados, obtendo um desenvolvimento tecnológico sustentado.

O RECI (Regulamento Específico do Domínio da Competitividade e Internacionalização) estabeleceu as condições deste processo, que foi aberto a todas as entidades que tinham experiência e competência comprovada na área tecnológica. O regulamento determinou ainda que os serviços que estas concediam não podiam corresponder a atividades recorrentes” e tinham que identificar, clara e objetivamente, as dificuldades de cada negócio.  Posteriormente tinham que apresentar soluções práticas que resolvessem definitivamente os problemas das empresas.

A lista de serviços que podem ser fornecidos é vasta e vai desde o apoio nos procedimentos de implementação de comércio eletrónico, big data, realidade aumentada, consultoria em áreas tecnológicas, assistência técnica, entre outros.

 

blink-iT é uma entidade acreditada para prestação de serviços

 

As candidaturas e processos de seleção de entidades para prestação de serviços no âmbito do projeto Vale Indústria 4.0 já terminaram. No total, foram acreditados 381 prestadores de serviços, entre eles a blink-iT. Assim, temos a possibilidade de ajudar PME’s a desenvolver a sua estratégia de implementação de Sistemas de Informação.

Como consultores especializados que somos, auxiliamos na gestão dos recursos humanos da sua empresa, no relacionamento com entidades e clientes, na gestão da informação interna e nas tomadas de decisão. Se quiser saber mais sobre os nossos serviços, clique no botão abaixo, nós ligamos para si!

 

Quero saber mais sobre o Vale Indústria 4.0

 
 

Subscrever o Blogue

 

captcha

A blink-iT Solutions está comprometida com o cumprimento do RGPD. Para podermos tratar os seus dados pessoais necessitamos do seu consentimento e para tal, necessita de conhecer e aceitar a nossa Política de Privacidade.

Aceito a Política de Privacidade
Dou consentimento ao tratamento de dados


Prometemos não utilizar as suas informações de contacto para enviar qualquer tipo de SPAM.

Artigo anterior e próximo

Adicionar Comentário